Olhando carta a carta...

- E então...
As cartas 'HUMANAS' e a única carta que, ao meu ver,
representa efetivamente um sentimento, algo abstrato.

Eu, daqui, pensando em matéria de simbolismo e analisando as cartas do Petit Lenormand reparei que as cartas podem ser classificadas (claro!) e, mais ainda, agrupadas para um melhor entendimento simbólico.

Falando de grupos simples, aqueles que saltam aos olhos logo a primeira vista, percebo que excetuando-se as cartas ditas HUMANAS, ou melhor, as que representam "pessoas" - 28 'Cavalheiro', 29 'Dama' e 13 'Criança' - e exceto também a única que, ao meu ver, representa um sentimento em primeiro plano, algo que é abstrato por si só - carta 24 'Coração' - temos exatos 16 símbolos ditos NATURAIS e 16 símbolos ditos CULTURAIS (criados ou, no mínimo, tocados e transformados pelo Homem).

A definir, temos como "Culturais" o que definiu bem Neri de Paula Carneiro, "o Homem não se limita ao mundo natural; ele o transcende e o transforma. Transcende porque tem expectativas que não se limitam ao mundo como ele se apresenta e nem à sua materialidade. Transforma porque o recria constantemente, imprimindo sua marca: a marca da cultura.

Em razão disso é que dizemos que o Homem se humaniza produzindo seu mundo, gerando sua marca cultural ou as diferentes manifestações culturais. Ou seja, diferentemente de outros seres, o humano se autoproduz reproduzindo o meio que o circunda; recria o mundo natural e o já criado, criando novo significado e novas formas de aproveitamento das realidades já existentes."
(1)



Agrupar desta forma, ao meu ver, não é apenas estético ou simbólico. Na minha forma de jogar, as cartas ligadas
NATURAIS são relacionadas ao instinto, a vida em seu sentido primário. Já as cartas CULTURAIS falam mais do homem em sociedade, racional, ligado as convenções sociais, envolto nas ações necessárias.

Desta forma, se num jogo caem mais cartas
NATURAIS o foco deste mesmo jogo fala do que é mais profundo ao consulente, o que é mais sentido, instintivo... Esta classificação pode direcionar a resposta em cima da pergunta feita, sendo mais um dado a se considerar numa leitura.


Aqui, vale um adendo: reforçando a questão a respeito da criação do Baralho Petit Lenormand NÃO ter sido feita pelos ditos ciganos europeus, que em sua grande maioria viviam nômades e tinham outros valores de cultura e história, das 16 cartas ditas culturais, a grande maioria delas não representam símbolos do cotidiano comum deste povo, como NAVIO, CASA, TORRE, ÂNCORA, etc. 

Vamos a elas.


 As 16 Cartas NATURAIS (aqui, divididas em sub-grupos) 


- REINOS VEGETAL E MINERAL -
 



 - REINO ANIMAL -
 
 


- CORPOS CELESTES -
 

----------------------------------------------------------------------------------------

  As 16 Cartas CULTURAIS  




 

 
1 Artigo "Uma Antropologia da Cultura* III: Cultura: a criação humana"
* DAS CARTAS: todos os direitos de imagem reservados à Editora A.G. Müller, Suíça.


© Todos os direitos reservados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço por sua participação!